Policiais trocam tiros em confronto com suspeitos em condomínio

No início da madrugada desta quinta-feira, 18/04, a Polícia Militar foi acionada a comparecer num condomínio no Bairro Grogotó, em Barbacena, onde havia denúncia de que um veículo VW Polo, prata e com vários ocupantes teria efetuado disparos de arma de fogo no local. Foi repassado também que haveria outro veículo, um Ford Ka de cor prata, junto com os autores.

Por se tratar de dois veículos, com várias pessoas e ainda armas de fogo, outras viaturas se deslocaram para o condomínio. No local, os militares foram recebidos com muita gritaria e alvoroço de pessoas que tentavam impedir a entrada das equipes. A equipe PM foi interpelada por policiais civis, que já estavam ali, para efetuar a prisão de um indivíduo conhecido dos meios policiais por vários cometimentos de crimes.

Um homem ao ver a chegada dos policiais civis, os recebeu de arma em punho, vindo a efetuar vários disparos na direção dos agentes da Polícia Civil, sendo necessário repelir a agressão com alguns tiros em direção ao autor que fugiu pelos fundos do condomínio, tomando rumo desconhecido. Vários moradores do condomínio começaram a investir fisicamente usando paus e pedras contra os agentes da Polícia Civil, o que foi constatado com a chegada da PM ao local. Como os ânimos estavam bastante exaltados, foram presenciadas várias pessoas de posse de paus e pedras em mãos cercando os policiais civis, só se afastando com a chegada das guarnições da PM.

Foi feita então a contenção do perímetro e esclarecidos alguns pontos, onde os comandantes das guarnições ali presentes se inteiraram dos fatos que se deram até aquele momento. Foi presenciado que um homem estava bastante exaltado, xingando os militares e instigando os moradores contra a ação. Em função disso, ele foi abordado, mas se aproveitando da aglomeração de pessoas no local, ele tentou se desvencilhar. Várias pessoas, entre elas mulheres e homens, investiram contra a guarnição que tentava proceder a abordagem ao indivíduo sendo necessário efetuar um disparo de bala de borracha para proteger a integridade física dos militares.

Após o disparo, o homem alvo da abordagem ainda bastante exaltado tentou investir contra um militar com socos, sendo necessário o emprego do bastão de madeira e o uso do spray de pimenta. O homem continuou exaltado, não acatando as ordens policiais, instigando os moradores a agredirem os militares. Foram tentadas várias vezes a abordagem, por fim, ele levou as mãos na cintura sinalizando estar armado, a fim de intimidar e impedir a aproximação dos militares para sua abordagem, sendo necessário o uso de balas de borracha novamente.

Após os disparos, foram cessadas as agressões e os militares puderam fazer a abordagem. O homem, 36 anos, relatou que trabalha no condomínio e estava exaltado pelo fato dos moradores cobrarem uma providência por parte dele. Ele foi preso pelos crimes de desobediência, desacato, resistência e ameaça, sendo encaminhado para a Delegacia