Após polêmica em vestir camisa do Corinthians, Gabigol perde a 10 do Flamengo

Gabigol, atacante do Flamengo, recentemente pediu desculpas à torcida rubro-negra após ser fotografado vestindo uma camisa do Corinthians. O incidente ocorreu há três dias e resultou em uma multa de 10% de seu salário e a perda do número 10 do time. Em uma entrevista ao UOL, o jogador de 27 anos quebrou o silêncio e admitiu a veracidade da foto, explicando as circunstâncias e pedindo desculpas à torcida.

Continua após a publicidade..
Crédito: Freepik

No site da Betsat é possível encontrar as melhores opções de cassino online. Além disso, você fica por dentro de tudo que acontece no mundo Betting. Basta acessar nosso portal.

Contexto da foto

Gabigol explicou que a foto foi tirada em um momento de folga, em sua casa, durante um churrasco com amigos e colegas do Flamengo. Ele esclareceu que coleciona camisas de diferentes times e esportes, e que não havia intenção de desrespeitar o Flamengo ou sua torcida. “Primeiro, eu errei. Acho que é errar, pedir desculpas, saber que eu errei. Mas nesse momento que a foto saiu, eu fiquei muito perplexo. Fiquei sem entender,” disse Gabigol.

Continua após a publicidade..

Motivo da reação inicial

O atacante admitiu que sua reação inicial foi negar a veracidade da foto devido ao choque e à perplexidade do momento. Ele mencionou que precisava de um tempo para pensar e processar o que havia acontecido antes de se pronunciar publicamente. “É claro que na emoção dos fatos, o meu primeiro pensamento foi negar. Como eu falo com meus amigos, eu coleciono camisas, troco camisas, seja de seleção, de basquete, e essa camisa eu acabei recebendo e usando,” explicou.

Hábito de usar outras camisas

Gabigol destacou que tem o costume de usar camisas de outros times em momentos informais e que essa prática é comum em várias periferias. Ele reiterou que não havia qualquer intenção maliciosa ao vestir a camisa do Corinthians. “Eu estava na minha intimidade, em casa, em um momento totalmente relaxado, desarmado. Estava em casa, tranquilo, com amigos, com pessoas que eu considero. Então, em vários momentos já usei outras camisas também,” afirmou.

Lição aprendida

Uma das principais lições que Gabigol tirou do episódio foi a importância de ser cauteloso com as pessoas em quem confia. Ele mencionou que a pessoa que vazou a foto agiu de maneira maldosa e que, a partir de agora, será mais cuidadoso. “Primeiro, não confiar em todo mundo, né? A pessoa que fez isso claramente foi maldosa. E também não usar mais, é claro,” disse.

Desculpas ao elenco e ao técnico

Gabigol revelou que pediu desculpas ao elenco do Flamengo e ao técnico Tite, explicando que precisava de um tempo para se recuperar do choque antes de se desculpar. Ele ressaltou que a reação dos colegas foi positiva e compreensiva. “Cara, a reação que eles tiveram foi a melhor possível. Era isso que eu esperava deles, na verdade. Esse ato de botar a camisa vários jogadores devem fazer na casa deles, em algo relaxado,” comentou.

Compromisso com o Flamengo

O atacante reafirmou seu amor pelo Flamengo e seu desejo de continuar no clube, garantindo que a foto não mudará sua relação com a torcida. Ele expressou confiança de que a conexão com os torcedores permanecerá intacta. “Amo o Flamengo, sou flamenguista, a minha casa é o Rio de Janeiro. Tenho certeza que não é uma foto que vai mudar isso,” declarou.

A Camisa 99

Por fim, Gabigol falou sobre a mudança do número de sua camisa, explicando que a camisa 10 do Flamengo sempre será associada ao ídolo Zico. Ele agora usará a camisa 99, que possui um significado especial para ele. “A 10 do Flamengo sempre teve um dono. Eu só estava representando ela. A 10 do Flamengo é do Zico e sempre vai ser, independentemente de qualquer jogador que vai usá-la,” concluiu.

Gabigol espera que suas desculpas e explicações ajudem a amenizar a situação e a manter a confiança e o apoio da torcida do Flamengo. Ele está determinado a aprender com o erro e a continuar dando o seu melhor pelo clube.

PUBLICIDADE