Mulher que se passava por homem em aplicativo relacionamento é presa após ameaçar vítima

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou na cidade de Coronel Xavier Chaves, no Campo da Vertentes, a operação Stalker, com objetivo de apurar ameaças que vinham sendo feitas contra uma mulher que tentou encerrar um relacionamento online. A vítima, de 35 anos, relatou aos policiais que havia conhecido uma pessoa em um aplicativo de relacionamento, com quem passou a se relacionar virtualmente.

Continua após a publicidade..

Porém, ao perceber que a pessoa sempre se negava a mostrar o rosto nas videochamadas, a mulher decidiu romper o relacionamento. A partir desse momento, a pessoa passou a perseguir a vítima, enviando para ela fotos de armas e ameaçando divulgar fotos íntimas que haviam trocado. Inclusive, a pessoa teria criado um grupo, em aplicativo de mensagens, com colegas de trabalho da vítima a fim de difamá-la.

Após denúncia da vítima, a equipe de policiais civis em Santos Dumont, responsável pela investigação, conseguiu identificar e localizar a pessoa responsável pelas ameaças, verificando tratar-se na realidade de uma mulher que se passou por homem no aplicativo de relacionamento.

Com apoio de policiais civis de Resende Costa, foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência da investigada, na cidade de Coronel Xavier Chaves, onde foi apreendido o celular utilizado na prática do crime, ainda com as mensagens enviadas para a vítima. A suspeita, de 33 anos, já havia sido indiciada e presa por fato semelhante e confessou o crime, alegando ter ficado obcecada pela vítima.

Continua após a publicidade..
PUBLICIDADE