Gerdau se posiciona sobre situação de caminhoneiros e afirma que houve redução do volume de minério transportado

Em nota enviada a imprensa, a Gerdau se posicionou com relação aos caminhoneiros que alegam estar parados aguardando uma resposta da empresa do ramo siderurgia e mineração. Na terça-feira, 08/10, representantes da Associação dos Caminhoneiros do Alto Paraopeba estiveram reunidos com o prefeito de Congonhas, Zelinho e alguns vereadores.

Os representantes da classe reivindicam o retorno dos trabalhadores autônomos dos quais foi retirado o tag, que garante o direito a cada um de seguir prestando serviço à empresa.

Posicionamento da Gerdau  

Em relação à manifestação recente de motoristas em Congonhas, a Gerdau esclarece que houve redução do volume de minério de ferro transportado no último trimestre do ano, em comparação com o trimestre anterior. Tal redução foi motivada pela menor produção planejada para este período, como reflexo do cenário de mercado e ajustes internos.

A Gerdau reduziu os volumes de forma linear entre as várias transportadoras com que opera, sem tomar a atitude de desligar nenhuma empresa parceira, seus colaboradores e motoristas. Também não houve diferenciação de redução de volume entre a frota cativa, que a empresa opera há 04 anos, e as demais transportadoras. Todas as transportadoras que operam com a Gerdau empregam mão de obra da região e a empresa sempre avalia um mix de contratação baseado na sua estratégia de logística, na competitividade e desempenho de segurança das transportadoras.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook