Sepultamento de João Miguel será reservado apenas a família e amigos mais próximos

O velório do garotinho João Miguel foi aberto ao público, às 7h, desta sexta-feira, 18/10, no Cemitério Jardim do Éden, no bairro Gigante, em Conselheiro Lafaiete. João Miguel morreu no início da tarde da quinta-feira, 17/10, no Hospital João Paulo II, em Belo Horizonte, onde foi levado após passar mal.

Com apenas dois anos de idade, o garotinho lutava contra a AME (Atrofia Muscular Espinhal) desde os primeiros dias de vida. Uma intensa campanha foi realizada na cidade de Conselheiro Lafaiete e na região com o objetivo de arrecadar fundos para a compra do medicamento Spinraza na qual cada dose custava em média R$ 300 mil.

Com a mobilização a campanha arrecadou mais de R$ 1 milhão. Mas o drama de João Miguel acabou ficando conhecido nacionalmente após a prisão de seu pai Mateus Leroy Alves, 37 anos, que foi preso em agosto. Ele é suspeito de ter desviado aproximadamente 600 mil reais do dinheiro que seria usado no tratamento do filho.

Antes em junho, por meio de liminar, a justiça determinou o bloqueio de R$ 1.116.556,23 (um milhão, cento de dezesseis mil, quinhentos e cinquenta e seis reais e vinte três centavos) do Fundo Estadual de Saúde que garantiria três doses do medicamento Spinraza. No dia 05 de outubro, data em que João Miguel completou dois anos, ele recebeu a primeira dose do medicamento.

Porém, mesmo todos os esforços o garotinho que conquistou o coração de milhares de pessoas não resistiu e morreu. A notícia do falecimento de João Miguel cobriu de luto a cidade de Conselheiro Lafaiete.

Velório e sepultamento

De acordo com a família de João Miguel o corpo será velado até às 15h, desta sexta-feira com visitação pública. Depois haverá o sepultamento no Cemitério Jardim do Éden e será reservado apenas para familiares e amigos mais próximos.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook