Sob aplausos e lágrimas, João Miguel é sepultado em Lafaiete

O corpo do garotinho João Miguel foi sepultado no fim da tarde desta sexta-feira, 18/10, no Cemitério Jardim do Éden, em Conselheiro Lafaiete. João Miguel, 02 anos, morreu no início da tarde da quinta-feira, 17/10, no Hospital João Paulo II, em Belo Horizonte, onde foi levado após passar mal.

João Miguel morreu aos 02 anos de idade.

Ele receberia a segunda dose do medicamento Spinraza contra a AME (Atrofia Muscular Espinhal), nesta sexta-feira, em Juiz de Fora. A morte inesperada causou comoção na cidade.

Durante todo o velório, o “bebê charminho”, símbolo de luta contra a AME recebeu homenagens, enquanto as orações e os abraços ajudavam a confortar a família, principalmente Karine Rodrigues, mãe de João Miguel que permaneceu todo o tempo ao lado do caixão. João Miguel também deixou o irmão Gustavo.

O Mickey sempre apareceu nas fotos ao lado de João Miguel.

Quem compareceu ao velório notou que junto ao caixão foi colocado o boneco do Michey que sempre estava nas fotos de João Miguel. Entre tantos que estavam no velório, não faltou quem dissesse que até o Michey estava triste com a partida do amigo. O personagem da Disney era o preferido de João Miguel.

Por volta das 17h, sob aplausos e lagrimas, marcaram o sepultamento. Na despedida, voluntários que atuaram na campanha AME João Miguel depositaram rosas no jazigo onde foi colocado o corpo.

Pai não compareceu

Mateus Leroy, pai de João Miguel não compareceu ao velório. Ele se encontra preso no Presídio de Conselheiro Lafaiete, suspeito de desviar dinheiro da campanha que seria usado para o tratamento do filho.

Na tarde da quinta-feira, 17/10, Mateus recebeu de seus advogados, a notícia do falecimento do filho. Por lei, Mateus teria direito de comparecer ao velório, mas houve um acordo para que ele não fosse participar das despedidas até mesmo por questões de segurança.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook