Museu de Congonhas finaliza programa educativo com lançamento de filme

O projeto Museu de Congonhas – Programa Educativo Todas as Letras, que tem o patrocínio da Gerdau e apoio das secretarias de Educação de Congonhas e de Ouro Preto finaliza as atividades de 2019 com o lançamento do filme “Dificil é não brincar” com direção de Papoula Bicalho. O documentário, produzido entre março e outubro de 2019, traz em 34 minutos, a alegria, os sonhos e as reflexões dos alunos das escolas municipais de Ouro Preto, Celina Cruz e Monsenhor Rafael, e da Escola Municipal Amynthas Jacques de Moraes, que fica no distrito de Lobo Leite, em Congonhas. 

“Difícil é não brincar é uma viagem pelo universo das crianças por meio das brincadeiras que a criança inventa, mostrando que é brincando que ela libera seu imaginário e se reinventa continuamente. Então, conhecer essas crianças é também levantar a questão: por que o adulto para de brincar, se é tão mais difícil não brincar?”, revela Papoula Bicalho. 

As primeiras exibições serão nas instituições de ensino, nesta quarta-feira, 06/11, às 19h, no distrito de Lobo Leite e no dia 07/11, quinta-feira, às 10h e às 19h, nos distritos de Miguel Burnier e Mota, respectivamente. Os protagonistas, familiares, educadores e a comunidade local serão os primeiros a prestigiar o filme que também será exibido em breve no Museu de Congonhas, no dia 14 de novembro, quinta-feira, às 9h, com entrada gratuita. 

Museu de Congonhas – Programa Educativo Todas as Letras

Em 2019, o projeto Museu de Congonhas – Programa Educativo Todas as Letras, além de desenvolver o Projeto Audiovisual nas Escolas Municipais de Lobo Leite, Miguel Burnier e Mota, que culminou no filme “Dificil é não brincar”, teve na programação um encontro com a temática “Letra e Música: a Canção e a poesia”, com participação do Trio Amaranto, no dia 5 de junho; um segundo encontro com o tema “Imagem e Palavra: Literatura Feita de Luz”, com participação do cineasta Helvécio Ratton e  do escritor Carlos Herculano Lopes, em 14 de agosto. Os eventos tiveram a mediação do jornalista João Paulo Cunha e foram realizados no Museu de Congonhas, com entrada gratuita e aberta ao público. E de agosto a outubro o projeto realizou exposição exibindo obras do artista plástico Ricardo Carvão, no Museu.  

O Museu de Congonhas – Programa Educativo Todas as Letras tem o patrocínio da Gerdau, apoio das secretarias de Educação de Congonhas e de Ouro Preto, apoio Cultural do Museu de Congonhas e realização da Luz Comunicação.