Promotor de Justiça avalia positivamente a intervenção da Prefeitura de Congonhas no Hospital Bom Jesus

O Promotor de Justiça da Comarca de Congonhas. Dr. Vinícius Alcântara Galvão, visitou as obras do Hospital Bom Jesus (HBJ), acompanhado do prefeito Zelinho, o Controlador Geral do Município, Marco Aurélio da Silva, membro da Comissão Administrativa Interventora naquela instituição hospitalar, e o Procurador Geral do Município, Dr. Juliano Resende Cunha. O novo complexo, que ficará pronto no primeiro semestre de 2020, abrigará quatro novas salas cirúrgicas, um Centro de Imagem equipado com Tomografia, além do tão aguardado CTI com dez leitos.

Em, seguida, as autoridades seguiram para os setores em uso do hospital, que também receberam diversas melhorias durante esta gestão, como reforma do Bloco Cirúrgico e da Central de Material Esterilizados, modernização do elevador de pacientes, reforma dos leitos da antiga pediatria, inauguração do ambulatório de especialidades médicas, reforma das enfermarias, pintura das fachadas do hospital, entre outras.

Após acompanhar a intervenção do Município na Associação Hospitalar Bom Jesus de 2014, Dr. Vinícius afirma que “a avaliação é muito positiva. Sabemos que irá haver uma evolução muito grande na capacidade e qualidade do atendimento no Hospital Bom Jesus. Ao adquirir o tomógrafo com auxílio do Ministério Público, construir novos leitos, inclusive os dez de CTI, a Prefeitura está praticamente dobrando a capacidade, o que irá melhorar de maneira significativa o atendimento do usuário do sistema de saúde e fazer com que as pessoas que, eventualmente, tenham algum problema mais grave, como AVC, infarto, não precisem mais pegar a BR-040. O socorro imediato, pronto, célere vai aumentar e muito a quantidade e principalmente a qualidade de atendimento do usuário de saúde de Congonhas”.

O Promotor de Justiça afirma que “a junção de esforços do Poder Executivo, Ministério Público e outros atores envolvidos nesta ação de recuperação do HBJ trouxe a real perspectiva de um avanço substancial do serviço de saúde prestado à população a partir de meados do ano que vem”. Um exemplo disso foi a destinação de recursos da ordem de O R$ 1.290.683,35 para aquisição dos equipamentos do Centro de Imagem, por meio da assinatura do Termo Aditivo ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Ferrous Resource do Brasil S/A. Tal conquista se deveu aos entendimentos entre o prefeito Zelinho; a Comissão Interventora do Hospital e do Instituto Laborare, que operacionaliza a gestão da instituição; a procuradora da República, Dra. Laene Pevidor Lança; o promotor da Comarca de Congonhas, Dr. Vinícius Alcântara Galvão; o promotor de Justiça coordenador do CAO-SAÚDE, Dr. Gilmar de Assis; e o diretor da Ferrous, Cristiano Parreiras.

Os funcionários também colhem os avanços durante esta nova gestão, com a concessão do cartão alimentação, regularização dos pagamentos dos salários, piso salarial, além de equiparação dos vencimentos com a de profissionais das mesmas áreas de outros estabelecimentos hospitalares privados da região.