Pai de João Miguel é condenado a sete anos e meio de prisão

Mateus Leroy, 37 anos, pai do garotinho João Miguel foi condenado a sete anos e meio de prisão. A sentença saiu nesta segunda, 9/12, expedida pelo juiz da 2ª Vara Criminal e Execuções Penais da Comarca de Conselheiro Lafaiete, Dr. Paulo Roberto da Silva.

Foto: Reprodução TV Globo.

Preso em 22 de julho deste ano, em hotel de luxo em Salvador-BA, Mateus estaria gastando o dinheiro arrecadado na campanha para o tratamento do filho. De acordo com as investigações, dos cerca de R$ 1 milhão e 17 mil arrecadados, ele teria gasto mais de R$ 600 mil.

Em um único dia, ele chegou a sacar R$ 100 mil em espécie. O caso ganhou repercussão nacional e chocou a comunidade de Conselheiro Lafaiete e região causando  indignação e revolta. O garotinho João Miguel morreu no dia 17 de outubro por conta da AME (Atrofia Muscular Espinhal). Mateus não participou do funeral do filho.

Mateus se encontra preso no Presídio de Conselheiro Lafaiete.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook