Obra está transformando a Romaria em um centro cultural adequado aos novos tempos

A requalificação do Centro Cultural da Romaria, em curso, irá contribuir para o desenvolvimento da classe artística e a diversificação das opções de lazer em Congonhas. O público terá à sua disposição um vasto programa de atividades. Esta é uma das dez ações de valorização de bens tombados e espaços públicos localizados em área de ambiência histórica de Congonhas aprovadas no âmbito do PAC Cidades Históricas, criado pelo Iphan.

Após elaborar todos os projetos e planilhas, a Prefeitura já entregou à população três obras e executa outras três.A obra começa a ganhar forma. Boa parte do prédio está em fase adiantada de acabamento. Todo o telhado já foi reformado e o forro está em execução. Estão sendo construídas instalações em obediência às normas técnicas vigentes.

O projeto divide o prédio em quatro alas, além das duas torres e a área central. Estão em execução o calçamento dos pisos internos com porcelanato e dos passeios com granito e pedra São Tomé. O restante do interior da Romaria segue calçado com paralelepípedo. Na ala 1 da Romaria, que tem início à esquerda do acesso principal, já está pronta a infraestrutura elétrica, hidráulica, de áudio e vídeo, cabeamento estruturado (internet e telefone), como o circuito fechado de TV, que compõe o sistema de segurança do local. Estas redes estão sendo implantadas no restante do prédio. As paredes internas em drywall estão pronta, exceto no espaço da ala 3, onde ficará o café da Romaria e o da ala 4, destinado ao Museu de Mineralogia. Esta última ala encontra-se com as paredes internas demolidas, restando somente o atual prédio da Educativa FM, que passará a funcionar na ala 2 em breve.

Novos espaços do Centro Cultural da Romaria

A ala 1 é constituída pelo Gabinete do prefeito com  recepção, copa, sala de reunião, sala multimeio, instalações sanitárias e outro banheiro masculino para o público.

A ala 2 possui dois banheiros públicos femininos, duas salas de gravação e edição, sala de controle mestre, almoxarifado técnico, instalações sanitárias da Educativa FM e de TV, recepção da rádio e da TV, sala da Diretoria, redação e estúdios de transmissão ao vivo de rádio e TV. Além disso, há ainda o setor administrativo da FUMCULT com sala de reuniões, sala da Diretoria, arquivo de documento, recepção, instalações sanitárias da administração e copa.

A ala 3 inicia com instalações sanitárias masculinas para o público e segue com o café da Romaria, loja da Romaria, foyer (onde expectadores aguardam início de apresentações), sala de atendimento, Cine Clube e sala técnica, onde ficarão as maquinas do ar condicionado.

A ala 4 começa com a sala técnica onde serão instaladas as maquinas do ar condicionado do Museu Mineralogia e o centro de medição de energia elétrica de todo o Centro Cultural da Romaria. Ali também ficará o Departamento Geral, a reserva técnica da Secretaria Municipal de Saúde e o Museu de Mineralogia.

A torre 1, à esquerda da entrada principal,  será ocupada por um posto de informações turísticas e a torre 2, à direita, pelo Memorial Matozinhos. As torres e a portada principal do Centro Cultural da Romaria são tombadas pelo IEPHA e toda a edificação está na área de ambiência história do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, tombado pelo IPHAN e reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Toda a Romaria é protegida por tombamento em nível municipal.

Das obras do PAC Cidades Histórias, já foram entregues a requalificação da Alameda das Palmeiras e a restauração dos elementos artísticos da Basílcia do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, Igrejas Matriz de Nossa Senhora da Conceição e a de N. Sra. do Rosário. Seguem em obras, do lado do Centro Cultural da Romaria, O Parque Natural da Romaria e o Teatro Municipal.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook