Torcedora símbolo do Atlético, Vovó do Galo morre aos 101 anos

Morreu nesta quinta-feira, 13/01, aos 101, Ana Cândida de Oliveira, mais conhecida como “Vovó do Galo”. A família confirmou o falecimento da torcedora pelas redes sociais.

Frequentadora assídua do Mineirão, recebeu em vida várias homenagens do Atlético e dos torcedores. A causa da morte não foi informada até o momento. Desde novembro do ano passado, ela enfrentava problemas de saúde.

No ano passado, a Vovó do Galo vibrou com a conquistas dos títulos pelo Atlético no Campeonato Mineiro, no Brasileirão e na Copa do Brasil

Nascida na região

Ana Cândida Marques nasceu em 1920. Há registros de que teria nascido em Rio Espera e outros têm como sua cidade natal Conselheiro Lafaiete. Em 1940, ela se mudou para Belo Horizonte ao lado do seu esposo, João Marques de Oliveira que era da região de Lamim e goleiro de um time amador e torcedor fanático do Atlético, cujos jogos acompanhavam pelas ondas do rádio.

Segundo reportagem do site Superesprtes. quando chegou à capital mineira, ainda levou um tempo até ela ir aos estádios. Costumava ficar em casa fazendo lanche para o marido e os amigos dele que realizavam ‘resenhas’ após as partidas. Com o tempo, venceu o machismo e passou a marcar presença nos jogos do Galo.

O Atlético usou as redes sociais para manifestar pesar pelo falecimento da Vovó do Galo.