Não há ambiente e nem recursos para a realização do Carnaval, diz prefeito de Lafaiete

O prefeito de Conselheiro Lafaiete, Mário Marcus, juntamente com o secretário de Cultura, Geraldo Lafayete, anunciou nesta tarde, da terça-feira, 05/02, que após analisarem a conjuntura atual e todos os aspectos referentes à situação do município ocasionada pelo atraso de repasses de recursos por parte do Governo do Estado e ainda em respeito e solidariedade às inúmeras famílias lafaietenses que perderam seus entes na tragédia ocorrida em Brumadinho, não há ambiente e nem recursos para a realização do carnaval oficial que, além de todos os desafios, demanda investimentos significativos.  

Mário Marcus justificou a não realização do Carnaval oficial.

O prefeito destacou que no momento, a prioridade da administração é cumprir com suas obrigações financeiras, destacando o pagamento dos servidores e fornecedores e manter a continuidade da prestação de serviço aos munícipes.

No entanto, afirmou que Conselheiro Lafaiete não ficará sem o carnaval, a administração prestigiará os carnavais nos bairros, em conjunto com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros a fim de proporcionar segurança para os participantes da festa. Geraldo Lafayette ressaltou que vinte e dois blocos se inscreveram por meio do edital do carnaval e deverão promover eventos independentes em toda a cidade. Desta forma, a cidade não ficará sem a tradicional festa.

Este ano o Carnaval terá apenas blocos nos bairros.

Mário Marcus lamentou as circunstâncias que obrigaram a administração a tomar tal decisão, principalmente, porque desde o primeiro ano da gestão se empenhou em resgatar o carnaval em Conselheiro Lafaiete que foi realizado nos dois primeiros anos de governo com organização, segurança e muita tranquilidade.