Funcionários do transporte coletivo de Congonhas entram em greve

A cidade de Congonhas amanheceu com a redução do serviço de transporte coletivo nesta terça-feira, 21/05, por conta da greve de funcionários da Viação Profeta. Segundo informações, dos 28 ônibus que atendem a população congonhense, apenas cinco estão circulando.

Representante da categoria, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Conselheiro Lafaiete (SINTTROCOL) afirmou em comunicado que os funcionários da Viação Profeta decidiram pela paralisação em assembleia realizada no último dia 14/05.

A greve se dá por conta do não reajuste do salário e benefícios dos funcionários que reivindicam o aumento de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), da data-base. Isso representa um reajuste de 3,96%, referente à  reposição do índice de inflação no período de março de 2018 e abril de 2019 a ser aplicado nos salários, ajuda alimentação e plano de saúde.