Flagrante de maus tratos a cavalos vira caso de polícia em Lafaiete

Um quadro revoltante de maus tratos a animais foi testemunhado por um internauta em um terreno no bairro Montreal, na região dos Moinhos, em Conselheiro Lafaiete, na quarta-feira, 27/11. Para impedir que seus cavalos fugissem, ao invés de gastar uma quantia módica para cercar o pasto, a suspeita é que o dono não se importando com a dor impingida aos animais, achou mais fácil amarrar suas patas dianteiras, a fim de que não tenham forças para andar.



O internauta que não quis se identificar nem consegue descrever o que sentiu ao ver o desespero de um dos cavalos, deixado exposto ao sol, lutando para dar um simples passo por causa da corda que o prendia.  Impedido de andar, o animal sequer tinha ao lado um recipiente com água que lhe permitisse, ao menos, matar a sede.

Ainda que houvesse água ao alcance do cavalo, o modo como teve as patas imobilizadas o impediria de se curvar para beber. Segundo a testemunha dos maus tratos, a conduta do proprietário parece recorrente, pois o animal flagrado apresenta feridas nas patas por conta do constante esforço para se soltar das amarras ou pelo menos, se movimentar minimamente. Diante desta cena absurda e revoltante, o internauta chamou a Polícia Militar e o Ministério Público também foi acionado para apurar o caso.

Até o momento, o proprietário dos cavalos não foi identificado.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook