Em nota, Prefeitura de Lafaiete afirma que fará aduela para substituir ponte do bairro Real de Queluz

A Prefeitura de Conselheiro Lafaiete manifestou sobre a situação da ponte da rua José Mendes no bairro Real de Queluz. No dia 24/01, Valmir Gonçalves de Paiva, 50 anos, foi arrastado pela força da enchente e morreu, tendo corpo localizado sete dias depois.

Na quinta-feira, 13/02, o Corpo de Bombeiros salvou um homem que escorreu próximo a ponte e caiu no rio Ventura Luiz. Os bombeiros amarraram uma corda em uma árvore às margens do rio e entraram no local aproximando-se da vítima. Devido ao peso do homem, quatro bombeiros tiveram que entrar no rio para retirará-lo que já estava inconsciente.

O homem foi colocado as margens do rio e apresentava-se hipotérmica com bastante espuma saindo pela boca, além de pulsação bem fraca. Foram retiradas as vestes da vítima que foi colocada sobre uma prancha rígida e coberta com uma manta aluminizada para aumentar a temperatura corporal. Em seguida, o homem foi encaminhado a Policlínica Municipal ficando aos cuidados da equipe médica de plantão.

A ponte teve as tábuas retiradas pelos moradores para evitar que seja utilizada após a morte de Valmir, mas continua proporcionando perigo para quem passa pelo local. A Prefeitura Municipal emitiu nota afirmando que a ponte foi interditada preventivamente para evitar acidentes com a previsão de reforma paliativa até que seja feita uma aduela no local.

Confira a nota na integra:

Após uma vistoria realizada em 30/01/2020, pela Defesa Social e Secretaria Municipal de Obras para analise das condições da ponte de madeira na Rua José Mendes no Bairro Real de Queluz, a mesma foi interditada preventivamente, a fim de evitar a ocorrência de acidentes com a previsão de uma reforma paliativa nos dias subseqüentes, enquanto a aduela a ser instalada no local era licitada.

No entanto, a população não respeitou a interdição e continuou a utilizar este caminho, inclusive agravando a situação arrancando tabuas da mesma.
Tendo em vista a proximidade do inicio das obras no local o departamento decidiu pela retirada da ponte buscando resguardar a integridade física dos moradores, permitindo a sinalização adequada do local e seu preparo para realização da obra em substituição a ponte retirada.

O Departamento de Trânsito informa que neste período os moradores podem utilizar outra ponte que dá acesso direto à Rua Francisco Lobo e foi reformada recentemente, recebendo uma passarela para pedestres.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook