Homem se passa por PM e tenta aplicar golpe da venda de veículo em rede social

A Polícia Militar registrou uma tentativa de golpe por meio das redes sociais na quarta-feira, 24/02. Um homem, de 27 anos, compareceu a sede da 65ª Cia PM em Ouro Branco e relatou que ao se interessar pelo anúncio de venda de um veículo GM Celta, vermelho no Facebook em nome de um indivíduo que supostamente reside em Belo Horizonte, começou a fazer contato através do Messenger com o possível vendedor no qual lhe repassou o número do Whatsapp.

Segundo a vítima, o golpista se apresentou como sendo policial militar e alegou ser sócio de uma revendedora de veículos em Conselheiro Lafaiete. Dentre as várias mensagens trocadas, o suposto vendedor solicitou um depósito de R$ 2.000,00 à vítima e para legitimar sua identidade enviou uma foto da carteira funcional da PMMG.

Em uma pesquisa acerca da carteira funcional utilizada pelo golpista, a Polícia Militar levantou a informação de que havia registro do extravio do documento que inclusive, constava em registros do crime de mesma natureza em outras cidades. A vítima disse que não chegou a efetuar o depósito solicitado pelo golpista, porém, encaminhou foto de seus documentos pessoais.

O uso crescente das redes sociais para a aplicação de golpes levou o estelionato virtual a ser uma prática cada vez mais comum entre os golpistas, situação na qual a Polícia Militar orienta que o mais seguro, sempre, é o cidadão certificar-se da idoneidade da pessoa com a qual realiza alguma negociação, evitando transferir ou depositar valores na conta de terceiros ou mesmo compartilhar informações pessoais, documentos ou dados bancários. Lembrando também que a Polícia Militar deve ser acionada em casos suspeitos como o descrito.