Coro e Orquestra São Sebastião de Conselheiro Lafaiete farão apresentação em Petrópolis neste domingo

O centenário Coro e Orquestra São Sebastião, de Conselheiro Lafaiete abrilhantará as solenidades de Coroação Pontifícia da venerada imagem de Nossa Senhora do Amor Divino, na cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, neste domingo, 14/11. A participação da corporação será às 15h quando haverá a Coroação Pontifícia, na igreja Nossa Senhora do Amor Divino, localizada no bairro Correas.  

Na celebração presidida por Dom Gregório Paixão, bispo de Petrópolis, será realizada a benção da coroa, representando o Papa Francisco que será colocada sobre a cabeça da imagem, coroando-a conforme o rito litúrgico e declarando para todos o reconhecimento universal de devoção a Nossa Senhora do Amor Divino. De acordo com a Diocese de Petrópolis, a data festiva, definitivamente, entra para o calendário litúrgico diocesano a ser celebrado anualmente. A partir deste ato, a devoção deixa de ser restrita à Diocese e passa a ser universal na Igreja Católica, podendo ser celebrada em qualquer parte do mundo.

O Coro e Orquestra São Sebastião se prepara alguns meses e escolheu um repertório especial para este momento solene e de grande importância para todos os cristãos católicos e para a arte sacra, e que, com certeza, ficará registrado nos anais da corporação. Thiago Pinheiro Magalhães, maestro da entidade, ressalta a importância dessa apresentação e o simbolismo que ela traz em todo seu rito: “O santo Papa Francisco concedeu a diocese de Petrópolis e em especial a paróquia Santuário de Nossa Senhora do Amor Divino a Coroação Pontifícia. Esta cerimônia de grande importância e carinho se dá a algumas imagens que depois de um estudo sobre a devoção, milagres e Piedade popular. Para nós será motivo de uma grande honra participar de tão grande cerimônia e poder ajudar na celebração litúrgica deste momento único”. Afirma o maestro Magalhães.

Venerada imagem de Nossa Senhora do Amor Divino.

Para Dom Gregório Paixão, o momento é de grande graça para Diocese, cuja história está ligada diretamente a Nossa Senhora do Amor Divino. Ele lembra que a devoção começou ainda no século XVIII, quando a construção de uma capela dedicada à Nossa Senhora do Amor de Deus foi construída nas terras do casal português Manoel Antunes Goulão e Caetana de Assumpção. “Essa coroação é uma graça que nos foi dada pelas mãos do Santo Padre, o Papa Francisco. Com a Coroação Pontifícia, ele está dizendo para todos que essa devoção não deve ser apenas para a nossa Diocese, mas deve e pode se espalhar para todo orbi católico”. Comentou o bispo diocesano.

Sobre o Coro e Orquestra São Sebastião

O Coro e a Orquestra foram fundados em 1915 e é uma das mais antigas corporações da região do Alto Paraopeba, com atividades ininterruptas atuando, em especial, na matriz de São Sebastião de Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, bem como em várias localidades executando peças de autores mineiros e de tantos outros, em festas religiosas, bem como em apresentações culturais.


Seu repertório conta com mais de 2000 mil peças musicais destacando vários manuscritos originais do século XIX e início do XX. O grupo já atua em várias localidades levando a boa música sacra como, por exemplo, em Catas Altas da Noruega, Itaverava, Ouro Preto, Santa Bárbara e outras localidades, já se tornando tradicional em festas religiosas da arquidiocese.


Recentemente a entidade firmou parceria com a Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis com o objetivo de resgatar e preservar seu arquivo musical e para ter uma nova formação de professores e alunos para, futuramente, formar uma escola de música que possa atender a toda comunidade e manter viva as tradições religiosas da cidade.

Serviço:

Solene celebração eucarística da Coroação Pontifícia
Data: 14 de novembro de 2021, domingo.
Horário: 15:00
Local: Igreja Nossa Senhora do Amor Divino, bairro Correas, Petrópolis/RJ