Especial cerveja artesanal: Bão Premium Bier, mineira até no nome

Na terceira reportagem da série sobre cerveja artesanal destacamos um casal de empreendedores de Conselheiro Lafaiete, produtores da Bão Premium Bier. A história iniciou em 2011, com uma viagem ao Rio de Janeiro que Rodrigo Ribeiro Pinto, 33 anos e Luciane de Paula Rodrigues, 29 anos degustaram cerveja artesanal pela primeira vez e se interessaram pela bebida.

Luciane e Rodrigo são empreendedores de sucesso.

Á época, a cerveja produzida de forma artesanal ainda não estava em evidência como nos dias de hoje. Ao retornar da viagem, o casal logo buscou mais informações sobre a produção da bebida. Eles então encontraram no bairro Jardim Canadá, em Belo Horizonte, várias cervejarias que estavam começando a entrar no mercado da produção artesanal. Lá eles receberam a indicação de que em Conselheiro Lafaiete, Fabio Guimarães já produzia cerveja artesanal. Interessado em também produzir a bebida, Rodrigo comprou os insumos pela internet, fez cursos e partiu para a experiência que no futuro se tornaria um grande negócio.  

Rodrigo e amigos produzindo cerveja em casa.

De forma caseira, Rodrigo reuniu amigos para produziram a cerveja. “Chamei na casa do Fábio Guimarães e levei para ele experimentar que me disse que ficou muito boa. Realmente ficou muito boa”, relatou. Feita a primeira cerveja e com a aprovação de quem experimentou, Rodrigo recebeu mais orientações técnicas e práticas de Fábio Guimarães.

Rodrigo contou que um lote de 30 litros de cerveja levava em média 30 dias para ficar pronto. “A gente reunia os amigos para um churrasco e em menos de 2 horas a cerveja acabava”, comentou. Já Luciane explicou que para a produção era usada uma panela de 30 litros, tudo bem caseiro. “Quando a gente fazia churrasco e a cerveja acabava as pessoas pediam para fazer mais. Tinha gente que nos ajudava dando R$ 10, 20 reais. Também tinha gente que queria comprar. Mas a gente falava: não estamos vendendo”, contou Luciane.

Com a produção aprovada e o consumidor a espera, Rodrigo e Luciane viram ali a oportunidade de empreender. Foi ai que eles resolveram investir em equipamentos e ampliar a produção de 30 para 300 litros de cerveja pro mês que passou a ser comercializado. “E saía tudo. Daí veio a ideia de comprar uma Kombi e transformá-la em beer truck. O veículo foi adquirido em Belo Horizonte e foi o próprio Rodrigo quem instalou as torneiras de cerveja na Kombi. A ideia era só participar de eventos. Fomos para São João Del Rei, Tiradentes, Ouro Preto, Lavras Novas, São Tomé das Letras, Belo Horizonte, Sete Lagoas e até no Rio de Janeiro”, relatou Rodrigo.

Com o crescimento do negócio, em 2016, Rodrigo e Luciane passaram a vender a cerveja engarrafada em um bar na rua Melvin Jones, 777, no Campo Alegre em Conselheiro Lafaiete que pertencia a dois amigos do casal. Depois passaram a oferecer chope que teve uma excelente aceitação no bar. Com a mudança de um dos sócios do bar para Belo Horizonte, o local ficou sob a direção de um amigo do casal. Mas quatro meses depois, o amigo precisou viajar e ofereceu o bar para Rodrigo e Luciane que o adquiriram o espaço e continua funcionando no mesmo local.  

A produção que começou em casa ganhou fama, rótulo e um nome bem mineiro. A Bão Premium Bier hoje oferece um produto de qualidade com 15 tipos diferentes de cerveja e está presente nos festivais realizados em toda a região. Atualmente a cerveja é produzida em Sete Lagoas e Moeda com média de 1.500 a 3.000 litros por mês.

Em outubro, será inaugurado a Growler Station e uma hamburgueria artesanal na rua Tavares de Melo número 390 loja 07. Serão 13 torneiras de chopp e uma gastronomia diversificada.

Origem do nome

Para que um produto tenha boa aceitação no mercado a escolha do nome é fundamental. Inicialmente, Rodrigo e Luciane escolheram o nome Bauum que é uma referência a árvore em alemão. Mas não conseguiu fazer o registro do nome. Com isso, a alternativa era usar o mineirês para dar nome a cerveja e foi ai que nasceu a Bão Premium Bier.

Queluz Festival

A Bão Premium Bier estará presente no Queluz Festival que terá a terceira edição, no domingo, 15/09, na praça do Cristo em Conselheiro Lafaiete.