Desenho revela detalhes da construção do Santuário do Sagrado Coração de Jesus sugeridos por monsenhor Hermenegildo

Um desenho aprovado pelo então arcebispo de Mariana, Dom Oscar de Oliveira em 1967, revela detalhes da obra de construção do Santuário Arquidiocesano do Sagrado Coração de Jesus, atual Basílica, em Conselheiro Lafaiete. O desenho foi revelado pela paróquia e chama atenção pela riqueza de detalhes sugeridos por monsenhor Hermenegildo Adami de Carvalho, falecido em 1994.

Á época, monsenhor Hermenegildo que havia sido empossado como o primeiro pároco em 1965, elencou detalhes que não poderiam faltar na obra. O então pároco sugeriu uma obra grandiosa que possuísse um “vão-livre” monumental capaz de acolher milhares de pessoas em seu interior sem a necessidade de colunas de sustentação ao centro. Monsenhor Hermenegildo, sugeriu também que a igreja possuísse a forma circular e que sua marquise central tivesse um formato semicircular para dar a impressão que a igreja “abraça” a cidade.


Com relação a torre, monsenhor Hermenegildo sugeriu que o local tivesse quatro sinos e que os devotos pudessem ter acesso ao interior. Na época não era previsto a instalação dos oito sinos. Ele sugeriu que o Santuário do Sagrado Coração de Jesus possuísse 09 grandes vitrais com aberturas laterais, para facilitar a ventilação no interior da igreja. Além disso, que possuísse um grande vitral que formasse a maior coroa de espinhos do mundo.

O mármore branco existente nas paredes da igreja também foi sugestão de monsenhor Hermenegildo. Porém, ele pediu que ao centro tivesse uma faixa de mármore rosa para dar a sensação de nobreza a todos que adentrarem no Santuário do Sagrado Coração de Jesus. O mármore rosa também foi sugerido para revestir a colunata e o presbitério.

Por fim, o então pároco sugeriu que o teto fosse revestido em gesso e que as lâmpadas fossem dispostas de modo a formar uma grande “margarida”. Todas as sugestões foram levadas em conta por Dom Oscar de Oliveira para a construção do Santuário do Sagrado Coração de Jesus no local onde existia uma capela que teve de ser demolida para dar lugar a obra iniciada no dia 29 de julho de 1968. Com a generosa colaboração dos fiéis as obras se desenvolveram rapidamente.

A solene sagração do Santuário Arquidiocesano do Sagrado Coração de Jesus se deu em 8 de junho de 1975. No dia 23 de novembro de 2003, foi elevada a condição da Basílica Menor do Sagrado Coração de Jesus.

Fonte: Paróquia do Sagrado Coração de Jesus

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook