Imprensa e entidades repudiam agressão a cinegrafista de TV

Em nota, representantes da imprensa regional, a Amirt (Associação Mineira de Rádio e Televisão) e a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) repudiaram a agressão sofrida pelo cinegrafista Robson Panzera, da TV Integração, de Barbacena, afiliada da TV Globo ocorrida nesta quarta-feira, 20/05.

Veja na integra as notas das entidades:

Nota da imprensa regional

É com indignação que os veículos de Barbacena e região receberam a notícia que a equipe da TV Integração, filiada da Rede Globo, com a sucursal no Campo das Vertentes foi alvo de agressões físicas. Os profissionais estavam em período de trabalho, quando foram surpreendidos por um senhor que parou para manifestar contra a equipe de jornalistas. A situação se agravou e culminou em agressões físicas. O equipamento da emissora foi destruído e o cinegrafista quebrou um dos dedos da mão.  

As autoridades policiais agora tomam as medidas necessárias, no entanto é importante que neste momento se repudie com veemência o ato. A liberdade de imprensa e de expressão foi uma das conquistas mais importantes para as democracias no mundo. A história, que é a maior aliada da realidade, mostra que todas as tentativas de se romper a ordem democrática nasce ao ataque ao jornalismo, começa o desqualificando e parte para a perseguição.

Não vivemos uma ditadura e seguimos uma constituição promulgada em 1988 que é clara no art. 220 quando diz que “é vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística”. Não aceitar passivamente qualquer tentativa de intimidação ao trabalho jornalístico é antes de tudo uma obrigação constitucional.

Os profissionais da TV Integração, que já passaram por outras situações de constrangimento público, estavam trabalhando. A imprensa durante a pandemia é considerada por lei um serviço essencial. Os jornalistas que diariamente estão nas ruas, não têm relação com a linha editorial adotada pelo veículo, eles são trabalhadores como todos os outros que se dedicam arduamente para que possam obter o seu sustento.

Discordar faz parte do jogo democrático, a imprensa nunca foi e nunca será imune ao erro, por mais que use critérios rigorosos na apuração através de seus manuais de redação. Para toda insatisfação, há a pluralidade de conteúdos para que você possa escolher o que melhor te agrada. No caso da TV, o caminho de acesso a outros conteúdos chama-se controle remoto, dos sites o navegador, dos jornais a opção do periódico ao lado e nas rádios o botão que muda o Dial. A agressão nunca é alternativa.

Aos profissionais agredidos, toda a nossa solidariedade.

Assinam o manifesto os seguintes veículos:

Barbacena On-line

Barroso em Dia

Carandaí On-line

Fato Real

Folha de Barbacena

Lafaiete Agora

Mais Vertentes

Notícias Gerais

Pop News

Portal Capela News

Portal Dores de Campos

Prados Online

Rádio 89,9 FM

Rádio Alternativa

Rádio Atrativa FM

Rádio Carijós

Rádio Clube 101,3 FM

Rádio Emboabas

Radio Inconfidentes

Rádio Sucesso FM

Sou Santos Dumont

TV Objetiva

Nota da Associação Mineira de Rádio e Televisão:

Nota de repúdio da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão:

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia com veemência as agressões sofridas pelo cinegrafista Robson Panzera, da TV Integração, afiliada da TV Globo em Barbacena (MG), na Região da Zona da Mata mineira.

Nesta quarta-feira (20), enquanto fazia uma reportagem sobre o número de pessoas infectadas pela COVID-19, Panzera foi violentamente agredido por um homem, com socos, pontapés e com o tripé da câmera usado pela equipe.

Panzera teve o dedo da mão fraturado pelo agressor, além de ter o equipamento totalmente destruído.

Nada justifica tamanha violência contra um cidadão, em especial, quando se trata de um profissional da imprensa, em pleno exercício da atividade jornalística.

A ABERT reafirma a defesa intransigente da liberdade de expressão e do direito do brasileiro à livre informação e pede às autoridades locais uma rigorosa apuração do caso e punição do agressor.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook