Três suspeitos de estarem com a Covid-19 poderão ser processados criminalmente por descumprir isolamento

O prefeito de Carandaí, Washington Luis Gravina Teixeira (PSD) encaminhou pedido de providências ao Ministério Público para que os pacientes classificados como suspeitos para Covid-19 que não respeitaram o isolamento domiciliar sejam responsabilizados criminalmente. Conforme acertado nas reuniões para planejamento de ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus, a administração municipal e a Polícia Militar o fluxo de informações para que as pessoas que descumprirem ordem sanitária sejam processadas e legalmente punidas.

Prefeito de Carandaí quer que pacientes sejam punidos por descumprimento do isolamento.

Nos últimos dias, as maiores dificuldades da fiscalização municipal e da Secretaria de Saúde têm sido relacionadas a aglomerações em espaços públicos, festas particulares e ainda a infração de ordem de isolamento, no caso de pacientes classificados como casos suspeitos para coronavírus. Com isso, o prefeito encaminhará ao Ministério Público relatório das equipes de saúde e da fiscalização, sempre que houver descumprimento de alguma determinação que vise à proteção da coletividade.

De acordo com a Procuradoria do Município, com a entrada em vigor da Lei nº 2364/2020, além de estarem sujeitos a processo criminal, as pessoas que descumprirem as orientações de prevenção ao coronavírus poderão ser multadas. Ao todo, três pessoas descumpriram a determinação das equipes de saúde no fim de semana do feriado de Corpus Christi. Os dados do paciente são preservados.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook