Insatisfeitos, funcionários da Viação Presidente fazem nova ameaça de greve

A crise no transporte coletivo de Conselheiro Lafaiete continua provocando a ameaça de greve dos funcionários da Viação Presidente nesta terça-feira, 15/09. No dia 31/08, durante assembleia do SINTTROCOL houve a aprovação da greve que causaria a paralisação das atividades no transporte coletivo em razão do atraso nos pagamentos dos salários, auxílio alimentação, planos de saúde e depósitos de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Porém, a greve acabou não ocorrendo após a empresa se comprometer a efetuar o pagamento do adiantamento, salários e benefícios. Mas na prática segundo os funcionários, a Viação Presidente pagou apenas o adiantamento. Nesta segunda-feira, 14/09, era aguardada a quitação dos salários referente a folha de agosto o que não ocorreu até às 20h segundo apurou a reportagem do site Lafaiete Agora.

Pelas redes sociais, funcionários demonstram a insatisfação com a empresa e afirmam que estão no limite. Em caso de greve o impacto seria enorme junto a população lafaietense já que boa parte do comércio está em funcionamento.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook