Banda Dança do Rosário e Coletivo Alforria firmam parceria em Lafaiete

A Banda Dança do Rosário e o Coletivo Alforria, de Conselheiro Lafaiete firmaram parceria visando a valorização, fortalecimento e promoção da cultura afrodescendente no município. O encontro realizado no domingo, 09/05, contou com representantes das duas entidades aconteceu na sede da Banda Dança do Rosário, no bairro Resende e seguiu, rigorosamente, todos os protocolos de segurança em relação à pandemia.

A parceria entre as duas entidades já vinha sendo costurada já há algum tempo e somente agora se tornou pública. A sede da Banda Dança do Rosário passou por uma revitalização de seu espaço físico e está pronta para acolher o Coletivo Alforria. Com a decretação da pandemia em 2020 os membros da banda se viram obrigados a deixar de frequentar o espaço. Com isso houve uma degradação do espaço. Agora com a reforma da sede e com a parceria com o coletivo, a banda já vislumbra uma continuação mais certa de suas atividades na cidade, além da garantia de manutenção do seu espaço na história como entidade congadeira na região.

A Banda Dança do Rosário foi fundada em 14 de julho de 1976. Seu primeiro presidente foi José Braz Vieira. Hoje tem na presidência a senhora Rosemary Magna e como capitão o senhor José Valentim. A entidade teve como um dos seus grandes incentivadores Monsenhor Hermenegildo Adami de Carvalho, primeiro pároco do Santuário do Sagrado Coração de Jesus, atual basílica. Há inclusive, na sede da banda, uma placa onde se lê: “Banda do Rosário Sagrado Coração de Jesus”.  

Já o Coletivo Alforria que atua na cidade há mais de duas décadas, mas em local físico de atuação irá trabalhar para colocar em prática todos os seus objetivos constantes no estatuto da entidade que já trabalha na sua constituição legal e documental juridicamente. Tão logo seja permissível, uma assembleia será realizada para aprovação do estatuto, constituição e posse da sua primeira diretoria formal.  O Coletivo Alforria irá desenvolver vários trabalhos, dentre eles oficinas de percussão e com a possibilidade de produção de tambores objetivando a criação de um grupo artístico nessa arte.

As duas entidades trabalham nos planejamentos de ações futuras. De acordo com os representantes da Banda Dança do Rosário e do Coletivo Alforria, assim que a situação for favorável e houver a permissão das autoridades sanitárias para o retorno das atividades culturais e religiosas os trabalhos na sede serão colocados em prática. O intuito é que o local seja reconhecido com um Centro de Cultura Afrodescendente de Conselheiro Lafaiete. Em breve divulgação dos futuros trabalhos.

Colaborou: Luiz Otávio da Silva

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook