Sob forte comoção, corpo de Thais é enterrado em Capela Nova

Sob forte comoção, o corpo da adolescente Thais Cristina Gomes Pereira, de 17 anos, foi sepultado na tarde desta quinta-feira, 21/01 em Capela Nova. O corpo da adolescente foi encontrado na quarta-feira, 20/01, ao lado de uma motocicleta em uma estrada próximo a comunidade do Melo, zona rural de Capela Nova por um caminhoneiro que passava pelo local. A suspeita é que Thais foi morta a pauladas.

Foto: Capela News

Uma breve cerimônia fúnebre foi presidida pelo padre José de Souza Sena em Capela Nova. Após a cerimônia, houve o cortejo até o Cemitério Paroquial onde ocorreu o sepultamento.

Prisão do suspeito

Durante buscas realizadas pelos militares na residência do suspeito de 40 anos foram encontradas botas sujas de sangue, um telefone celular e também um porrete de madeira com vestígios de sangue que foi apreendido pela Perícia da Policia Civil.

Após levantamentos e rastreamento feito pelos militares do 31º Batalhão durante todo o dia em busca do autor, surgiram informações de que ele teria evadido para Conselheiro Lafaiete. Em contato com o pai da vítima, este relatou que a filha saiu de casa na parte da manhã dizendo que iria conversar com seu ex-namorado, já sendo de conhecimento da família que o casal não estava convivendo bem.

Por volta das 0h40 desta quinta-feira, 21/01, o homem foi localizado dentro de um carro no bairro Angélica, assumindo a autoria do crime. Ele foi preso em flagrante e conduzido a Delegacia de Polícia.

À Polícia Civil o homem não confessou o crime. Segundo a delegada, Aline Costa, o investigado relatou não saber como o crime teria ocorrido e que possivelmente pegou um pedaço de pau para se defender da vítima, pois a mesma estaria “possuída por espíritos” e teria partido para cima dele. “O suspeito relatou ainda que telefonou para os pais da vítima contando que ela havia sofrido um acidente de moto o que comprova a contradição dos relatos que o investigado prestou nos autos”, explica a delegada.

As investigações prosseguirão para total elucidação dos fatos e conclusão do inquérito policial.

Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook