Sicredi ampliará atuação em Minas Gerais

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4,9 milhões de associados e presente em
23 estados brasileiros e no Distrito Federal, seguirá fortalecendo o cooperativismo pelo país em 2021.
Para seguir dando apoio às localidades e promovendo a inclusão financeira, a instituição projeta
expandir sua atuação em Minas Gerais com a inauguração de 39 agências em 38 cidades mineiras –
das quais 32 são localidades que ainda não contavam com a presença do Sicredi. Para essa ampliação
da área de atuação no Estado, o Sicredi estima investir cerca de R$ 38 milhões, valor superior aos 27
milhões aportados em 2020 no Estado – quando foram inauguradas 21 agências, além de gerar mais
de 260 empregos diretos.

“É muito importante o fomento à expansão e ao crescimento do cooperativismo de crédito, pois
neste modelo, os recursos captados pelas cooperativas são empregados na própria comunidade, o
que reverte diretamente na qualidade de vida dos associados e das pessoas que vivem nas
regiões onde estamos presente. Além do aporte direto do Sicredi, ainda há outros investimentos
envolvidos na construção dessas agências e que fortalecem ainda mais a economia local,” destaca o
vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port. Ao final de 2021, com os novos pontos
de atendimento em funcionamento, a instituição contará com 83 agências em 71 municípios
mineiros.

“Mesmo com os desafios de 2020, o Sicredi conseguiu manter um crescimento sólido e sustentável
em Minas Gerais. Para 2021, queremos continuar promovendo a inclusão financeira por meio dessa
expansão física em mais de 30 municípios. Queremos reforçar o relacionamento com a população
mineira, oferecendo soluções financeiras que estimulem o empreendedorismo local. Assim,
formamos um ciclo virtuoso, no qual os associados prosperam e as localidades se desenvolvem cada
vez mais”, complementa Port.

A força do cooperativismo de crédito

Conforme dados do Banco Central (Bacen), em 2020, as cooperativas de crédito foram responsáveis
pela abertura de 400 novas agências em todo o Brasil. Desse total, somente o Sicredi foi responsável
pela inauguração de 150 delas, o que representa mais de um terço (37,5%). Outro importante dado
Classificação da informação: Uso Interno que respalda a força do cooperativismo é a pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), ao apontar que a atuação das cooperativas incrementa o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%, cria 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumenta o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%. Com uma maior presença do Sicredi em Minas Gerais, espera-se um impacto positivo nas famílias, nos pequenos produtores e nas empresas, uma vez que as cooperativas de crédito contribuem para a abertura de novos negócios. Entre 2006 e 2016, elas
foram responsáveis pela criação de 79 mil empresas e geraram 278 mil empregos no Brasil, segundo
a Fipe. Com o estímulo ao empreendedorismo local, novos postos de trabalho são gerados,
aumentando a competitividade e diminuindo as desigualdades econômicas das regiões de atuação
do Sicredi.