PM salva criança após ser mantida refém pelo pai por mais de 12h

Na tarde do sábado, 27/02, a Polícia Militar atendeu uma ocorrência de sequestro e cárcere privado em Barbacena. Um homem mantinha a filha, de 03 anos como refém. Foram mais de 12 horas de trabalhos ininterruptos para garantir a segurança de todos e entregar a menina sã e salva para a mãe.

A equipe PM tomou conhecimento da situação por volta das 16h, quando a mãe, de 37 anos, acionou o 190 alegando que seu ex-marido, de 38, estava mantendo a filha do casal em cárcere privado no bairro Monsenhor Mário Quintão. A mulher relatou possuir um acordo amigável com o ex-marido para que ele fique com a menina aos sábados ou domingos, mas na data de ontem, o homem passou a enviar mensagens com áudios e vídeos dizendo que não devolveria a filha.

Nos vídeos, o homem segurava uma faca e dizia que ele e a filha só sairiam dali,  mortos. A mulher relatou ainda que possui medida protetiva contra o ex-marido proibindo contato dele com ela por qualquer meio de comunicação. De imediato, equipes da PM foram a residência do homem para verificarem a situação. A atual companheira dele, de 50 anos, disse que por volta das 11h, conversou com o homem. Após ela descobrir que o homem tinha interesse em voltar para a ex, afirmou que iria se separar dele.

Nesse momento, o homem pegou uma faca, entrou no quarto e disse que mataria a filha e depois cometeria suicídio. Os militares iniciaram a conversa com o homem enquanto outra equipe da PM tentava abrir a porta ou a janela do quarto, sem sucesso. O homem continuava com as ameaças sendo necessário pedir reforço para controle da situação.

O comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), guarnições do Corpo de Bombeiros e Polícia Civil e Samu foram para o local. Os policiais militares continuaram a negociação com o homem que aceitou jogar duas facas para fora do quarto. A equipe do BOPE continuou com as negociações e cuidou da segurança do perímetro.

Após muitas horas de parlamentação, o homem aceitou entregar a filha pela janela para um dos militares que foi levada para a mãe. O homem ainda ficou no quarto mais algumas horas quando finalmente, na madrugada de domingo, 28/02, aceitou retirar os móveis que travavam a porta e se entregou. Ele foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia. A Polícia Militar apreendeu mais uma faca com ele e um aparelho celular.