Obras de Alejadinho são cobertas após goteira na Capela da Santa Ceia em Congonhas

Obras do mestre Alejadinho em Congonhas tiveram de cobertas para preservá-las de serem atingidas por goteira na Capela da Santa Ceia localizada próximo à Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos.  A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil e Social e Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio da Diretoria de Patrimônio Histórico de Congonhas, comunica que após a abertura da capela pelo zelador com autorização do padre Geraldo Gabriel Pinto, foram tomadas as providências em relação às obras existentes.

Segundo o assessor Hugo Cordeiro da Diretoria de Patrimônio Histórico, de imediato a mesa onde havia a goteira, foi inclinada e coberta, assim como as imagens da Santa Ceia com material TNT que é usado para transportar imagens sacras e a equipe da Defesa Civil ajudou a cobrir todas com lona. “Esta medida é um paliativo, mas estaremos monitorando e aguardando resposta do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico Nacional) nos próximos dias para que verifiquem outras medidas que poderão ser tomadas em relação a esta situação”, relata.

A capela abriga a representação da última ceia com imagens de Jesus Cristo sentado à mesa com seus apóstolos. O Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Congonhas – COMUPHAC foi informado de toda a ocorrência.