Polícia Civil prende suspeito de abusar sexualmente da enteada

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu um indivíduo suspeito de abusar sexualmente da enteada durante quatro anos, no município de Congonhas. Durante as investigações, os policiais civis apuraram que o padrasto teria iniciado os abusos em 2015, quando a vítima estava com 10 anos de idade.

O crime só parou de acontecer no ano de 2019 quando a adolescente deixou a casa da mãe por não suportar mais. Segundo a delegada responsável pelo caso, Juliana Neto, a vítima esclareceu que era obrigada a manter relações sexuais de várias formas, sempre sob ameaças de morte e com o padrasto portando uma faca.

“Somente em fevereiro de 2019 a adolescente conseguiu contar para a mãe sobre os fatos, oportunidade que o padrasto foi indagado pela genitora da vítima e confirmou os abusos, passando a ameaçá-la de morte, caso o denunciasse”, disse a delegada. O suspeito foi preso preventivamente e encaminhado ao Sistema Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.