Padre natural de Congonhas morre por complicações da Covid-19

Morreu na madrugada desta terça-feira, 06/04, o padre Adriano Martins da Mata, vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado no CTI da Santa Casa de Misericórdia em Belo Horizonte onde veio a falecer.

Natural de Congonhas, morou por muitos anos em Joaquim Murtinho. O padre Adriano tinha 46 anos e era assistente geral da Sociedade de Vida Apostólica Milícia de Cristo. Ele estudou no Instituto Superior de Teologia de Évora em Portugal onde também morou. Foi ordenado padre na Diocese de Beja em Portugal no dia 08 de dezembro de 2015.

O padre Paulo Barbosa, pároco da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, de Congonhas lamentou o falecimento do padre Adriano e lembrou da sua rápida passagem pelo Seminário de Mariana, sendo depois acolhido em outra congregação religiosa. A Sociedade de Vida Apostólica Milícia de Cristo lamentou em nota o falecimento do padre.