Aprovado parecer de Lafayette de Andrada que considera a Estrada Real monumento nacional

O deputado Lafayette de Andrada (Republicanos – MG) teve seu relatório aprovado sobre o Projeto de Lei (PL) que define como monumento nacional o Caminho da Estrada Real, um dos símbolos do período da mineração no País (PL 7243/06). A matéria foi analisada na Comissão de Constituição e Justiça nessa terça-feira (10/12) e aprovada por unanimidade.

Deputado Federal Lafayette de Andrada reconhece importância da Estrada Real. Foto: Divulgação

Em seu relatório, Lafayette enalteceu o projeto e ponderou a necessidade de preservação. “Significa reconhecer como parte do patrimônio cultural brasileiro e indicar, para o poder público, a necessidade de garantir sua promoção e sua proteção por meio dos instrumentos constantes do texto constitucional. (…). O futuro dos antigos caminhos reais é incerto. A presente iniciativa, ao garantir o reconhecimento oficial de que os Caminhos da Estrada Real constituem monumento nacional, impõe aos entes federativos o compromisso de promover sua proteção por meio dos instrumentos de que dispõem.”

Caminho do Ouro

Construído pela Coroa Portuguesa nos séculos 18 e 19, o caminho, com extensão de 1.400 km, foi a principal rota de transporte de ouro e diamante extraídos dos garimpos de Minas Gerais. A estrada passa por mais de 180 cidades nos estados de Minas, Rio de Janeiro e São Paulo.

A monarquia considerava como crime de lesa-majestade a abertura de outras estradas para a realização da atividade. Pela rota, onde surgiram arraiais e vilas que se tornaram cidades, passavam os senhores, escravos e mineradores.
O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), autor da proposta, relata que, no início, a estrada fazia a ligação entre Vila Rica (atual Ouro Preto) e o porto fluminense de Parati, trecho que foi batizado de “Caminho do Ouro”. Posteriormente, novas vias foram abertas, com o intuito de encurtar caminhos.

Tramitação

O projeto segue para análise do Senado para aprovação e depois sanção presidencial.
Clique aqui e curta a página do Site Lafaiete Agora no Facebook